BIOGRAFIA

1985 — 1998: Infância e Inicio de Carreira 

Anahí começou sua carreira aos dois anos de idade, por pura casualidade, no programa infantil "Chiquilladas", da Televisa quando foi acompanhar sua irmã Marichelo a gravação do programa e durante o intervalo pegou uma escova e começou a cantar e dançar na frente do espelho e foi quando chamou a atenção do produtor que resolveu coloca-la enfrente as câmeras para ver a reação da pequena. Assim, tornou-se parte do programa, onde além de atuar, interpretava o tema de encerramento diário: "Te doy un besito". Além de "Chiquilladas", Anahí participou de outros porgramas infantis, como "La telaraña", em 1986 e "Súper Ondas", em 1989. Desde então, a atriz não se limitou somente à televisão e passou a atuar nas telonas, em filmes como "Asesinato a Sangre Fría", e Había una vez una estrella, com David Reynoso e Pedro Fernández, ambos em 1989. Por sua atuação neste último filme, viria receber, em 1991, o prêmio Palma de Oro por seu destaque como atriz infantil. Em 1991, grava outro filme, "Nacidos Para Morir", com Humberto Zurita, e neste mesmo ano atua nas novelas "Garotas Bonitas", "La Pícara Soñadora"' e Madres Egoístas. Em 1992, participa nos filme "Ayúdame Compadre", onde atua junto de sua irmã Marichelo; "El Ganador", e "No Me Defiendas Compadre". Além disso atua na telenovela "Ángeles Sin Paraíso" e grava seu primeiro disco, Anahí, que promove por toda a República no ano seguinte, quando se apresenta durante cinco semanas no circo Atayde, com El show de Anahí.
Em 1993, Anahí interpreta o tema "Mensajero del Señor", dedicado ao Papa João Paulo II, devido à sua visita a Yucatán, México. Em 1995, aos doze anos, participa de Alondra, novela mais exitosa da época, que foi vendida para vários países e foi a que fez com que a Anahí ficasse conhecida em outros países como Espanha e Venezuela. Ainda no mesmo ano Anahí grava a série "Mujer, Casos De La Vida Real" que mostra o cotidiano de mulheres trabalhadoras que cuidavam dos filhos. Em 1996, lança seu segundo disco ¿Hoy es mañana? e grava a telenovela "Tú y Yo". Em 1997, grava a telenovela Mi pequeña traviesa e lança seu terceiro disco, Anclado en mí corazón, já em 1998, atua em Vivo por Elena e "Gotinha de Amor".

1998 — 2002: Adolescência e Problemas 

Em 1998, aos quinze anos de idade, Anahí é chamada para gravar a série "Una pura y dos con sal", onde tem sua primeira protagonista em trabalhos de televisão. Com o fim da série Anahí entra para o elenco de Mujeres engañadas e, logo mais, El diario de Daniela.Em 2000, consegue seu primeiro papel protagônico em Primer Amor - A Mil Por Hora, ao lado de Kuno Becker, com quem realiza um dueto para a novela e lança seu quarto albúm de estudio Baby Blue. Após trabalhar arduamente e sem parada por vários anos, e terminada as gravações da novela, Anahí é internada às pressas em um hospital após sofrer uma parada cardíaca e seu coração para por oito segundos devido a anorexia e bulimia que enfrentava desde que gravava Mujeres engañadas. 
Em 2002, Anahí é convidada por Pedro Damián para se integrar à segunda temporada da novela Clase 406, onde protagoniza o papel de uma garota milionária, órfã de mãe, caprichosa e de coração frio; ao decorrer da trama, sua personagem vai se transformando até torna-se mais doce e humilde.

2004 — 2009: RBD e Rebelde 

Em 2004, o produtor Pedro Damián a chama novamente para realizar um papel protagônico na telenovela Rebelde, remake mexicano da original argentina Rebelde Way.A par da telenovela, forma-se o grupo RBD, composto pelos protagonistas da trama: Anahi, Dulce María, Maite Perroni, Alfonso Herrera, Christopher Uckermann e Christian Chávez. Junto ao RBD, Anahí grava vários discos, entre eles Rebelde, em 2004, que recebe uma versão em português; Tour Generación RBD en vivo, Nuestro amor, em 2005, este último também ganha uma edição brasileira; e Celestial, em 2006, com sua respectiva versão em português. Ainda em 2006, lançam outra produção ao vivo: Live in Hollywood e, no mesmo ano, a primeira produção em inglês: Rebels. Já em 2007, lançam Hecho en España, outra produção ao vivo; e Empezar desde cero. O grupo torna-se um fenômeno mundial e alcança vários prêmios, entre eles Premios Juventud, "Billboard Latin Music Awards", "Premios Lo Nuestro", "Premios Oye", "Orgullosamente Latino" e outros mais. Com o RBD, Anahí consegue diversos discos de platina e de ouro e realiza turnês em vários lugares do mundo, sendo um dos acontecimentos mais importantes da música mexicana das últimas décadas. A atriz e cantora conhece mais de 23 países, canta em mais de 116 cidades, vende mais de 15 milhões de discos, 4 milhões de DVDs, além dos 17 milhões de downloads na Intrernet, sem contar sua versão da famosa boneca Barbie.
Em 2007, ainda no auge, o sexteto apresenta a série RBD: La Familia, que trata de mostrar como o grupo é na “vida real”, com situações parecidas com a vida que levam, para que os fãs tenham uma ideia de como é o RBD atrás dos bastidores, não se trata de um reality show, tudo o que ocorre na série é ficção. Junto ao RBD, faz uma participação especial em Lola... Érase una vez!, onde, inicialmente havia sido chamada para interpretar a protagonista, mas devido à sua agenda lotada teve que rejeitar o trabalho. No mesmo ano, faz uma participação especial no seriado Always Contigo, onde participa de dois episódios.
Em maio de 2007, abre sua loja na Cidade do México, a Anahí World, pela qual, desde então, passa se dedicar exclusivamente. Com a influência que a Anahí tem em vários lugares, suas lojas passam a ser consideradas um ponto turístico, pois várias pessoas viajam para a Cidade do México com o único intuito de conhecê-las. Nas lojas Anahí World se encontra desde roupas e acessórios até produtos com os quais Anahí já se destacou e que já não são lançados hoje em dia, como seus primeiros álbuns solo e revistas. Durante as viagens em turnê, Anahí aproveita para desenhar novos modelos de roupas e calçados, entre outras coisas. Ainda em 2008, faz sua estreia solo em um dueto realizado com o cantor Tiziano Ferro e Dulce María na canção El Regalo Más Grande, alcançando o segundo lugar na parada italiana. A canção faz parte do álbum de Tiziano Ferro.Em 15 de agosto de 2008, após quatro anos de êxito, o grupo RBD anuncia sua separação e realiza uma turnê mundial de despedida chamada Tour del Adiós, que passa por lugares como Argentina, Brasil, Chile, Espanha, Eslovênia, Estados Unidos, Romênia, Sérvia e Venezuela. No ano seguinte lançam, então, o último ábum de estúdio: Para Olvidarte De Mí.

2009 — 2011: Carreira solo 

No inicio de 2009, Pedro Damián oferece a Anahí o papel principal de Verano de Amor, mas a mesma recusa para se dedicar a sua carreira musical. Em março do mesmo ano também é convidada para participar de Sortilegio, mas rejeita a proposta por conter cenas muitos fortes. Sendo assim, assina contrato com a EMI, e tem seu single Mi Delirio lançado no dia 16 de julho deste ano, durante a entrega dos Premios Juventud. Em 24 de novembro de 2009, é lançado, então, seu álbum solo Mi Delirio, pela gravadora EMI Music México que foi Disco de Ouro no Brasil. Ainda no fim de 2009 sai em turnê, com a Mi Delirio World Tour, que percorreu Argentina, Brasil, Chile, Eslovênia, México, Romênia, Sérvia e Venezuela. A turnê é a 7ª mais lucrativa do primeiro trimestre de 2010, segundo a Billboard que em apenas 10 shows teve a presença de mais de 35 mil pessoas. Apenas nos 9 primeiros shows de 2010 foram arrecadados mais de 851 mil dólares.
Em junho de 2010, Anahí conhece Paulo Coelho, onde fez uma canção dedicada ao seu último livro O Aleph, também intitulada "Aleph". Já em julho, Anahí foi nomeada em nove categorias nos Premios Juventud, onde perdeu em todas as categorias, e os fãs subiram a RedTag "PremiosJuventudFraude" no twitter, revoltados com o acontecido, mesmo assim, Anahí fez uma bela performance da canção Te Puedo Escuchar. Em agosto, Anahí concorreu na prêmiação "Orgullosamente Latino" em quatro categorias e ganhou em "Canción Latina del Ano" com o single Me Hipnotizas. Em setembro, Anahi apresentou os Kids' Choice Awards México onde concorreu em 3 categorias, ganhando em "Artista o Banda Favorita" e "Look Favorito" e ainda executou três canções; Mi Delirio, Me Hipnotizas e pela primeira vez Alergico, 3° single do CD Mi Delirio. No mesmo ano, em outubro, Anahi iniciou a Mi Delirio World Tour Reloaded que percorreu Brasil, Argentina, México, Espanha, Roménia, Croácia, Sérvia e Venezuela. O primeiro DVD da Anahí foi gravado em São Paulo para mais de 6 mil pessoas. Em novembro, Anahí lançou a reedição de seu álbum solo Mi Delirio, que contém faixas inéditas escritas por ela e um texto especial do autor brasileiro Paulo Coelho. Após ter composto junto com Mario Sandoval o tema Aleph, a pedido de Paulo Coelho e acompanhar o lançamento do seu novo livro, a canção entrou para o CD. Além da participação do brasileiro, Anahí incluiu no álbum, três versões da música Alergico, uma somente na voz da Anahí, que foi o single oficial, uma em português com o vocalista da banda Hevo84, Renne Fernandes e uma com Noel Schajris. O albúm debutou em #14 no México ficando sete semanas no Top 100. A canção Alergico foi a segunda canção mais tocada no México durante onze semanas e foi número 1 no iTunes México, sendo assim, o single de maior sucesso desde albúm.
No fim de 2010, foi lançado o clipe da versão em português da canção Alergico, com o vocalista da banda Hevo84, Renne Fernandes durante a passagem da cantora ao Brasil em outubro do mesmo ano. Em 2011, Anahí lançou o clipe em espanhol do single Alergico ao lado do cantor argentino Noel Schajris e gravou um dueto com Christian Chávez da canção Libertad em homenagem ao publico gay, que em apenas dois dias o clipe tinha mais de um milhão de visualizações no YouTube. Em março, Anahí divulgou no seu perfil do FaceBook oficial (AnahiMusic), que descobriu através de uma tomografia que, o oxigênio que naturalmente deve chegar ao cérebro, estava bloqueado em uma grande porcentagem, devido a um desvio de septo que, poderia causar um acidente vascular cerebral. Recuperada, Anahí inicia a tour Go Any, Go, que percorre varios paises da América Latina e Europa. Ainda em março, Anahí confirmou sua presença na novela Dos Hogares da Televisa, como a protagonista Angélica Estrada ao lado do ator de Hollywood, Carlos Ponce, que terá sua estréia dia 27 de Junho.